Prezados Associados,

Em ampla atuação da atual diretoria junto aos órgãos públicos e entidades, temos a oportunidade de indicação de 2 (dois) nomes da AsBEA-PR para atuar no Conselho da Secretaria Municipal de Urbanismo.

Para esta indicação, acreditamos na transparência da Gestão 2016/2018 e no maior envolvimento de todos os associados junto as ações da AsBEA-PR e portanto, criamos esta oportunidade democrática para escolha dos nomes que representarão nossa Associação e classe junto à SMU.

Abaixo, seguem as regras:

  • 1 (um) votante por escritório associado;

  • Cada voto poderá escolher 2 (dois) nomes;

  • O nome mais votado será indicado como Conselheiro da AsBEA-PR junto à SMU/CMU e atuarão durante o prazo de 2 anos;

  • O segundo nome mais votado será indicado como suplente.

Abaixo, segue lista dos colegas arquitetos que se ofereceram e suas qualificações:

• Ely Loyola Borges Filho

À ASBEA- PR

Prezados Srs.

Em atendimento a solicitação de VS, encaminha as razões pelas quais sou candidato.

1.Declaro que tenho conhecimento da legislação atual e futura;
2.Tenho experiência e atuação direta na aprovação de projetos em geral em mais de 40 anos
3. Tenho disponibilidade de horários para participar das reuniões e estudos necessários para desempenho do cargo.
4.Terei  disponibilidade de repassar (feedback) a diretoria e demais associados um panorama geral das reuniões, discussões ocorridas nos processos
5.Tenho facilidade de acesso e bom relacionamento entre os diversos órgãos e seus respectivos servidores/ gestores.

Eli Loyola

Loyola Arquitetos

• Frederico Carstens

 

 

Colegas,

Pretendo:

1 Deixar transparente nas reuniões de diretoria e a todos associados os andamentos dos trabalhos no CMU.
2 Usar todo conhecimento que adquiri nestes 35 anos de experiência em aprovações somado ao conhecimento que estou tendo com o estudo detalhado do novo projeto da lei de zoneamento para advogar a favor dos projetos que revertam qualidade urbana para nossa cidade.
3 Alternar equitativamente com o outro conselheiro da AsBEA-PR a participação nas reuniões do CMU para oxigenar e aumentar a transparência.

 Acredito que por eu estar atualmente como diretor de legislação urbana da Asbea e representando a Asbea junto às entidades de classe na revisão do projeto da nova lei de zoneamento que minha participação no CMU reforçaria a imagem da Asbea.

Obrigado

Fred

Realiza Arquitetura

• Jorge Elmor

Carta de Candidatura

 Ao longo de anos dedicados ao exercício da arquitetura, do urbanismo e de suas áreas correlatas, a representatividade do profissional arquiteto sempre sofreu com a lacuna existente entre o ato projetual e as demandas mercadológicas surgidas de pesquisas não relacionadas à experiência do usuário e dissociadas do contexto de formação de nossas cidades.

Minha candidatura busca reestabelecer o posicionamento do profissional em relação ao seu meio de ação, no encontro entre a análise e o desenvolvimento de soluções urbanísticas que zelem pela execução da justiça social e da manutenção da qualidade urbana necessária ao bom transcorrer das atividades sociais.

Além disso, ocorre-me como necessidade fundamental no estabelecimento da profissão, evidenciar e defender o papel do Arquiteto e Urbanista enquanto agente ativo na modificação de nosso território, na determinação de nossas expressões culturais mais relevantes e na modificação de nossos modos de ocupação quando inseridos nas esferas pública e privada.

Também contados, o incentivo a formação técnica com cursos de aperfeiçoamento e a reaproximação dos profissionais do mercado imobiliário, da construção civil e da construção de nossa urbanidade, posto que ao longo dos anos nos foi tomado por profissionais de áreas anexas com desenrolar pouco sensível e pouco associado ao contexto e a realidade local.

É, portanto, a partir de colocações como as acima descritas que se pretende iniciar um processo de retomada do valor agregado ao desenvolvimento das atividades desenvolvidas pelo profissional Arquiteto e Urbanista nas áreas de conhecimento que nos determinam agentes modificadores e idealizadores do ambiente urbano e sua complexidade, da arquitetura em suas mais variadas manifestações, do desenho da paisagem e da manutenção de nosso patrimônio cultural material.

Jorge Elmor Neto
Arquiteto & Urbanista

Elmor Arquitetura

• José Vicente Lopes

Prezados,

Coloco-me como candidato a uma das vagas para fazer parte do Conselho Municipal de Urbanismo, representando a Asbea.

Cumpro e atendo a todos os requisitos necessários. Segue abaixo minhas considerações:

  •  Formado na turma de 1987 da UFPR, sócio fundador da Asbea-PR, atuo desde 1985 na tramitação e aprovação de projetos na P.M.C. (32 anos), acompanhei diversos gestores e equipes na Secretaria de Urbanismo/ IPPUC/ SMMAv e suas diversas interpretações das legislações, o que considero fundamental para uma representação sólida, técnica e idônea, para que nossa Associação continue sendo respeitada perante o corpo do conselho;
  • Tenho conhecimento da nova legislação e seus parâmetros para defender e discutir os pontos de vista a serem determinados pela Asbea.
  • Pretendo atuar de maneira a empenhar o BOM SENSO e a COERÊNCIA EM MEUS VOTOS, fazendo o possível para convencer os componentes técnicos partindo da visão do arquiteto, do empreendedor, dos benefícios para a cidade e sociedade e os associados da construção civil;
  • Temas de relevância e decisões de interesse importantes e ou contraditórios, serão repassados para que a Asbea possa, em reunião extraordinária, definir sua posição para que tenhamos uma só interpretação, reta e clara do que entendemos ser a melhor para todos;
  • Sempre tivemos um bom relacionamento diante dos poderes públicos e não vejo dificuldades de mantermos o bom nível de interação com todos.

 Atenciosamente

Arquiteto José Vicente Lopes

Doria Lopes e Fiuza Arquitetos Associados

• Leonardo Hauer

Formado a 20 anos e a 22 anos trabalhando com aprovações de projetos de todos os portes e, portanto, conhecedor da legislação;

Muito bem relacionado com as instituições: as visitas de cortesia da ASBEA-PR na SMU e no IPPUC foram agendadas por mim;
Amizade pessoal com vereadores como Prof. Euler, Pier Petruzziello e Luiz Felipe Braga Cortes;
Amizade pessoal com o vice-prefeito Eduardo Pimentel;
Não exercerei dupla função na ASBEA-PR não possuo cargo de vice-presidente ou diretor.

Att.

Leonardo Hauer

Hauer e Tramujas Arquitetos Associados

• Mauro Grande

Boa Tarde

Meu Intuito De Participar Do Conselho Será Para:
– Acompanhar E Debater Melhor As Deliberações Feitas Por Este,
– Entender Melhor A Questão Legislação E Como Ela É Aplicada Nos Casos Que Fogem A Legislação.
– Tentar Promover E Fazer Enxergar Nossas Dificuldades Aos Olhos De Quem Esta Do Outro Lado Da Mesa,
– Fiscalizar De Certa Forma O Que É Deliberado,
– Ajudar No Desenvolvimento De Situações Que Surjam E Que Podem Ser Mudadas No Codigo De Posturas
– Repassar Aos Nossos Associados Como As Cabeças De Lá Pensam E Agem Contra Ou A Nosso Favor.
– Repassar Idem, As Situações Que São Avaliadas Positiva Ou Negativamente.
– Aproximar Mais Nossa Entidade Da Prefeitura

Mauro Grande Arquitetura

• Ricardo Alessandrini Amaral

O objetivo é de reforçar a posição dos arquitetos de Curitiba e da ASBEA, além de participar como cidadão nos assuntos da cidade, esta é a forma mais direta que temos de participar das decisões administrativas da nossa cidade e podermos extrair informações importantes é relevante a todos que participam da Asbea.

Atenciosamente,

Arq. Fabiano Gonçalves
Diretor Técnico

Ricardo Amaral Arquitetura

• Rogerio Shibata

Como vêm acontecendo já há alguns anos, acredito ser esta uma grande oportunidade para participação da AsBEA na transformação de Curitiba.

Como o estudo dos marcos edificatórios e legais, e consequente domínio da legislação e transformações na cidade tem sido o foco de meu trabalho dentro da estrutura de nosso escritório, sinto-me capacitado a representar nossa associação e contribuir com o melhor debate dos assuntos de nosso interesse.

Minha candidatura também vem ao encontro do pensamento da gestão atual da associação, que buscou uma re-oxigenação em seu quadro incentivando maior participação dos jovens arquitetos associados nos cargos de sua diretoria.

O próprio quadro da PMC tem passado por constante renovação, visto ter diversos contemporâneos e amigos da graduação ingressando na instituição. Tenho certeza que em breve, esta proximidade tenderá a facilitar o diálogo entre as instituições.

Ab.

Rogerio Shibata
Casacinco Arquitetura

Share This