Pesquisa inédita conduzida pela Brain – Bureau de Inteligência Corporativa a pedido da regional paranaense da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA-PR) ouviu 56 escritórios locais de arquitetura e traçou o perfil de atuação dos profissionais paranaenses.

Para onde vai o mercado da arquitetura

Os números mostram que, apesar do boom imobiliário do estado nos últimos 10 anos, pouquíssimos novos escritórios foram fundados. Apenas 9% do total de escritórios foram criados nos últimos quatro anos no estado. A maioria foi fundada entre 1991 e 2000. O que escancara o problema de que esse modelo de escritório de arquitetura adotado emperra a retenção de novos talentos e o progresso dos jovens profissionais na carreira.

A pesquisa também joga luz sobre a incorporação vertical residencial e comercial, que ainda é uma área restrita a poucos profissionais, e, portanto, uma área de novas oportunidades.

 

 

 

 

Share This