Com 30 anos de história, a Bohrer Arquitetura, se consolida no mercado paranaense como uma das empresas mais atuantes no segmento imobiliário, desenvolvendo projetos para incorporação, loteamentos, condomínios fechados e projetos industriais.

Localizado em Londrina, no norte do Paraná, o escritório vem desenvolvendo projetos significativos em uma cidade com alto nível planejamento urbano e um crescimento ordenado.

O município é hoje considerado uma metrópole regional, com uma população estimada de 510.707 habitantes (IBGE/2009), sendo a segunda cidade mais populosa do Paraná.

Com uma economia sólida, tendo como suporte o segmento da industrial, comércio, serviços e a força pujante do agronegócio, além da boa formação, especialmente o ensino superior, a evolução dos índices socioeconômicos da cidade é constante.

Isso tem reflexo direto no mercado de arquitetura. Na época do boom imobiliário no Brasil, o escritório chegou a somar cerca de dois milhões de metros quadrados, em projetos simultâneos.

E agora, com o atual cenário da construção civil, afetado pela crise econômica, a empresa, dirigida pelo casal Clovis e Luiza Bohrer, se mantém em constante crescimento buscando novos mercados, inovando e conquistando projetos também fora do Brasil, para ampliar ainda mais o seu portfolio de empreendimentos.

“Acabamos de fazer o retrofit de um hotel em Orlando e continuamos com vários projetos no Chile”, destaca Clovis e Luiza Bohrer.

Uma das alavancas deste negócio, segundo ele, foi a Encol, para a qual elaboraram mais de 70 projetos, alguns deles em Buenos Aires, na Argentina.

Outro importante parceiro, que também ajuda a contar a história do escritório é a Plaenge. “Fazemos toda a parte de arquitetura e arquitetura de  interiores dos empreendimentos da construtora, em todas as suas Regionais e em vários estados brasileiros”, acrescenta.

A Bohrer Arquitetura participa tanto de estudos de viabilidade, na compra do terreno, até a entrega das áreas comuns decoradas quando da entrega do empreendimento, oferecendo um leque variado de serviços.

Neste contexto de visão, a AsBEA-PR teve fundamental importância no direcionamento da empresa, pois permitiu que fossem feitas trocas de conhecimento e maior entendimento do mercado como um todo.

“A associação foi uma grande incentivadora da evolução do escritório. Foi a partir dela que potencializamos uma mentalidade empresarial mais aguçada: e passamos a ver a Bohrer como empresa”, ressalta.

Para o futuro, a Bohrer investe em novas tecnologias. De acordo com os sócios, a equipe está aproveitando o momento Brasil, para buscar mais qualificação e se preparar para a retomada da economia.

Os profissionais estão em treinamento para inserir definitivamente o BIM nos projetos, o que a médio e longo prazo será muito benéfico, inclusive, como  diferencial de mercado, conclui Clóvis.

Share This