Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; RSS_Import has a deprecated constructor in /home/asbeapr/public_html/wp-content/plugins/rss-importer/rss-importer.php on line 43

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/asbeapr/public_html/wp-content/themes/Divi/includes/builder/functions.php on line 6230
AsBEA/PR participa de estudo sobre Nova Lei de Zoneamento de Curitiba | Asbea

A Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura – Regional Paraná (AsBEA-PR) está a frente de um dos mais significativos estudos da ocupação urbana de Curitiba (PR), que juntamente com outras 9 entidades representativas, avalia os impactos negativos da aprovação da nova Lei de Zoneamento e Uso do solo da cidade.

O Projeto de Lei, embora tenha sido enviado à Câmara Municipal de Curitiba no final de 2016, passa por nova revisão no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba da Prefeitura Municipal de Curitiba (PPUC). E neste trabalho de avaliação técnica, a entidade atua juntamente com a Fecomércio, FIEP, Secovi, ACP, IEP, Crea, Ademi, Sinduscon e CVI, por meio de Grupo de Trabalho formado por arquitetos, urbanistas, engenheiros, economistas e advogados.

A análise dos 669 artigos da nova lei, considerada uma das mais importantes da cidade, foi entregue no último dia 5 de junho para o prefeito de Curitiba, Rafael Greca.

De acordo com o presidente da Regional AsBEA-PR, o Arq. Keiro Yamawaki, muito mais que uma associação, a AsBEA-PR se consolida como um instrumento de pressão fundamental na defesa dos interesses do setor,  tendo forte representação política, jurídica e institucional nas mais diversas instâncias estaduais.

“Este mesmo trabalho que a entidade está realizando em Curitiba pode ser desenvolvido em outros municípios paranaenses que também estejam em fase de revisão do Plano Diretor e da Lei de Zoneamento e Uso do Solo. Uma mudança como esta, que impacta diretamente no futuro das cidades e na vida da população, é imprescindível contar com a visão e experiência de profissionais da área de arquitetura e urbanismo”, destaca Yamawaki.

Na capital, a representatividade produtiva dos associados da AsBEA-PR é de aproximadamente 70%,  se contabilizarmos os metros quadrados projetados em Curitiba e Região Metropolitana. Tanto é que nestes 20 anos a associação tem sido a principal porta-voz dos escritórios de arquitetura no Paraná. “Uma interlocutora constante nos assuntos regulatórios e de legislação, com aporte de dados técnicos e uma visão atualizada do setor”, destaca  o diretor de legislação urbanística da AsBEA-PR,  Arq. Frederico Carstens.

Carstens explica que a atuação da entidade neste estudo da nova Lei visa a geração de mais empregos e renda para a população,  bem como receitas para o Município, além de alertar sobre a necessidade de simplificação de diversos processos burocráticos que podem beneficiar outros setores produtivos do município.

Entre os principais impactos negativos para a sociedade, levantados pelo estudo das entidades, estão:

1 – Centro de Curitiba terá menos moradores e menos comércio.

2 – Redução do número de vagas de garagem nos imóveis novos e diminuição da oferta de estacionamentos na região central.

3 – Encarecimento do valor dos imóveis na cidade, afetando o bolso das famílias que buscam o sonho da casa própria.

4 – O comércio dos bairros vai continuar concentrado, aumentando a dependência do consumidor pelo uso do carro para fazer suas compras.

5 – O modelo proposto para a Habitação de Interesse Social é altamente burocrático e não incentivará a produção novas habitações para esta finalidade

Para conhecer em detalhes o estudo técnico feito pelas entidades, acesse o site www.asbea-pr.org.br.

Sobre a AsBEA-PR

É a principal entidade voltada para os interesses e as atividades dos escritórios de arquitetura sediados no Paraná. São 44 anos de atuação da AsBEA Nacional e 20 anos de história da entidade paranaense, que conta atualmente com 68 escritórios associados.

Share This